Utilização do Radar como Método não Intrusivo para a realização de Medidas de Conteúdo de Água na Zona Vadosa

Ano:
2006
Palavras chave:
Resumo:
O objetivo deste trabalho é avaliar o potencial do uso do GPR para o estudo do perfil da umidade dos solos não saturados. Para tanto um aparato mecânico foi desenvolvido para a realização de testes de laboratório e de campo, tipo CMP (ponto médio comum). Foram realizados testes de laboratório com antenas de 200 e 1000Mhz de frequência em areia com controle de umidade para calibração do equipamento. Os testes de campo tiveram como objetivo estudar o potencial desta ferramenta no monitoramento da umidade do solo em campo. Utilizou-se o método T² x X² para determinação da velocidades da onda para os dados refletidos dos ensaios tipo CMP, em combinação com a equação do DIX. Os dados de umidade obtidos nos ensaios de campo foram comparados com os dados das precipitações diários, coletadas no local, nos períodos de chuvas fortes e de estiagem. Para cálculo da umidade de campo, utilizando-se as informações do GPR, uma formulação teórica dependente dos índices físicos do solo e da velocidade da propagação dos pulsos eletromagnéticos foi usada. Os dados experimentais da umidade do solo calculados através das medidas obtidas com o radar tiveram resultados condizentes com a condição do solo, nos períodos chuvosos e de estiagem. Esta pesquisa demonstra a grande potencialidade do radar para estudos de monitoramento da umidade de campo.