POTENCIAL BIOQUÍMICO DE METANO EM RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS DO ATERRO SANITÁRIO METROPOLITANO CENTRO, SALVADOR-BA

Linha de Pesquisa: 
Ano: 
2012
Palavras chave: 
Potencial bioquímico de metano
resíduos sólidos
biodegradabilidade

Este artigo apresenta o método utilizado para determinar o Potencial Bioquímico de Metano (BMP) dos Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) do Aterro Sanitário Metropolitano Centro - ASMC, Salvador-Ba. Resultados da caracterização de RSU (teor de umidade, composição gravimétrica, sólidos totais voláteis e teor de lignina) obtidos em amostras de Resíduos Novos - RN coletadas na frente de lançamento no ASMC e de Resíduos Velhos - RV coletados por meio de trado mecânico nas células do ASMC foram utilizados para correlacionar o L0 e o potencial de geração de CH4 remanescente - L0(t) com esses parâmetros físicos-químicos. Amostras de resíduos com diferentes tempos de aterramento (0 a 6 anos) foram utilizadas para obtenção do L0, L0(t) e da constante relacionada à taxa de geração de CH4, k. Uma análise estatística para o L0 foi realizada considerando um intervalo de confiança (I.C.) de 70%. A curva do comportamento do L0 em função do tempo de aterramento forneceu bons resultados, indicando que a maioria desses dados está dentro do I.C. considerado. O método empregado para a realização dos ensaios de BMP mostrou-se simples de ser executado, de baixo custo e com tempo de duração relativamente curto, quando comparado com as condições de decomposição dos resíduos em campo.

Arquivo: