INFILTRAÇÃO 2-D EM AREIA NÃO SATURADA: DESENVOLVIMENTO DO CANAL DE FLUXO, RESULTADOS EXPERIMENTAIS E MODELAGEM MATEMÁTICA.

Linha de Pesquisa: 
Ano: 
2012

Este artigo apresenta resultados experimentais da infiltração bidimensional de água em areia de duna não saturada, para testar um canal de fluxo instrumentalizado, especialmente desenvolvido para estudos do fluxo multifásico de líquidos orgânicos automotivos na zona vadosa. O canal, manufaturado em aço inoxidável e vidro, possui acoplamentos para instalação de tensiômetros conectados a sistema de aquisição de dados. Um reservatório de fundo poroso libera o líquido no solo. Os testes comprovaram a eficiência dos tensiômetros medirem a tensão intersticial na frente líquida no intervalo de três segundos; a ocorrência da conexão hidráulica entre o fundo poroso do reservatório e o solo; a possibilidade do monitoramento visual do experimento com registro das posições verticais da frente líquida em função do tempo. A modelagem matemática da infiltração com a equação de Philip dois e três termos mostrou-se adequada para o fenômeno.

Arquivo: