IMPACTO SONORO DA IMPLANTAÇÃO DO METRÔ DE SALVADOR EM EDIFICAÇÕES ADJACENTES CONSIDERANDO OS EFEITOS NA POPULAÇÃO

Ano: 
2007
Autor: 
Orientador: 
Resumo: 
Esta dissertação objetiva desenvolver e divulgar conhecimento acerca do impacto sonoro e seus efeitos na saúde da população e se propõe a fazer uma análise do planejamento do metrô de Salvador com relação à possibilidade do aumento do nível de ruído causado pelo percurso elevado. Esse modo de transporte se caracteriza como uma fonte sonora móvel, que se desloca pela cidade e pode proporcionar reflexos negativos na população. No Brasil, raros são os trabalhos que tratam sobre os impactos negativos de sistemas metroviários, existindo uma demanda representativa de estudos capazes de desenvolver uma metodologia sistemática sobre esse tema. Atualmente o nível de ruído atual já supera os níveis saudáveis, por esse motivo qualquer acréscimo já pode ser considerado impacto. Na obtenção dos resultados, modelos de previsão de ruído a partir da propagação sonora serviram de base para as análises. Decidiu-se calcular a dispersão sonora por meio do modelo de propagação Harmonoise, por possuir um alto grau de validação e precisão. A partir de medições acústicas feitas previamente em pontos específicos, calculou-se o aumento do nível sonoro que ocorrerá após a implantação do metrô e o ruído final total considerando o ruído urbano existente. Como o veículo ainda não está circulando, o ruído propagado foi calculado em diferentes cenários. Nas análises, a ferramenta de GIS “Spring” proporcionou a produção de mapas de ruído que permitiram a visualização gráfica do deslocamento acústico do ruído proveniente desse modo de transporte e permitiu uma correlação com os prováveis reflexos na saúde de cada trecho de acordo com a proximidade da linha do metrô. Foram estudados tanto os efeitos nos ambientes internos de acordo com a tipologia de cada ambiente, quanto em ambientes externos, fazendo sempre um paralelo com os diversos limites estabelecidos nas Normas vigentes. Constatou-se que a implantação do metrô causará um impacto sonoro na população que habita ou trabalha nas edificações lindeiras, pois houve acréscimo do nível de ruído existente. Essa amplificação provoca efeitos negativos na saúde do cidadão, tendo relação direta com a localização e com a função de cada edificação. Portanto medidas atenuantes devem ser adotadas enquanto o metrô ainda não está implantado e a pesquisa orienta no sentido de alcançar uma otimização dos investimentos em elementos mitigadores. Esse estudo representa uma preocupação com a qualidade de vida daqueles que trabalham ou habitam nas zonas próximas da linha do metrô e busca prevenir futuros problemas.
Palavras chave: 
Ruído urbano
Ruído metroviário
Acústica ambiental
Impacto sonoro
Modelos de propagação sonora.