Gestão Comunitária de Resíduos Sólidos Domiciliares com ênfase na Fração Orgânica e os Impacto Gerados na Comunidade: O exemplo de Plataforma em Salvador

Ano:
2003
Banca Examinadora:
Viviana Maria Zanta; Maria de Fatima da Silva Nunesmaia; Creuza Santos Lage; Ricardo Silveira Bernardes;
Palavras chave:
gestão comunitária; resíduos sólidos domiciliares; resíduos sólidos orgânicos;
Resumo:
O presente trabalho tem por objetivo avaliar a experiência de gestão comunitária de resíduos sólidos domiciliares com ênfase na fração orgânica e os impactos gerados na comunidade no bairro de Plataforma, Subúrbio Ferroviário de Salvador, Bahia, Brasil.A avaliação contou com a utilização de métodos qualitativos e quantitativos. A técnica utilizada para a coleta de dados qualitativos foi a entrevista quando foram observadas as ações que influenciaram no comportamento das pessoas por meio do manejo dos resíduos sólidos no domicílio. 406 questionários foram aplicados para a coleta de dados quantitativos. Os impactos causados pelo Projeto na comunidade foram positivos, não podendo desconsiderar as dificuldades existentes para um ideal funcionamento do mesmo. Dificuldades apontadas pelo insuficiente apoio logístico e financeiro, inviabilizando, muitas vezes, a realização de algumas atividades importantes. Mesmo com as dificuldades encontradas e sendo de responsabilidade do Poder Público municipal a prestação do serviço, a gestão comunitária de resíduos sólidos domiciliares possibilita uma maior participação popular local e as decisões possam considerar as necessidades do lugar, a contemplar um maior número de agentes e o aumento das informações acerca das questões ligadas aos resíduos sólidos.