FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO PARA IMPLANTAÇÃO DE BUILDING INFORMATION MODELLING (BIM) POR ORGANIZAÇÕES PÚBLICAS

Ano: 
2019
Orientador: 
Co-orientador: 
Resumo: 
O setor de Arquitetura, Engenharia, Construção e Operação (AECO) vivencia uma transformação de processos e mudança de paradigma, migrando para o Building Information Modelling (BIM), fundamentado no fluxo de trabalho colaborativo e em um modelo integrado e rico em informações paramétricas que podem ser associadas com processos de projetação, orçamentação, planejamento, construção e operação. Pesquisas anteriores indicaram que os proprietários e o setor público podem ser os maiores beneficiários do BIM, pois além de reduzir o retrabalho, custos e prazos de construção, possui potencial, com ainda maior impacto, de proporcionar maior valor entregue nas etapas de manutenção e operação. Ainda assim, muitas organizações do setor público ainda não possuem consciência de como e quais fatores influenciam no sucesso do processo de implantação. O objetivo principal deste trabalho é identificar os Fatores Críticos de Sucesso (FCS) para implantação de BIM por organizações públicas. O método da pesquisa é baseado no Design Science Research (DSR), englobando a realização de estudo exploratório com três instituições públicas brasileiras pioneiras na adoção de BIM, a proposição e a avaliação de FCS por meio de levantamento com uma amostra de 68 profissionais do setor AECO, dentre especialistas, acadêmicos e gestores públicos. Dezesseis FCS para adoção de BIM por organizações públicas foram identificados, sendo o envolvimento adequado da equipe; a cultura organizacional favorável; o fluxo de processos colaborativo entre os envolvidos; a interoperabilidade na troca de informações relevantes; e a utilidade percebida e facilidade de uso pelos envolvidos avaliados com os cinco maiores graus de importância, assim como a proposição de um mapa de correlação entre os FCS e de um conjunto de trinta e duas ações potenciais para gerenciá-los. Os resultados do levantamento com profissionais de 14 organizações públicas brasileiras revelaram que 40% se encontram no primeiro nível de adoção dos Estágios de Capacidade BIM, a modelagem baseada em objetos, e que o uso do BIM ainda é predominante em etapas iniciais do ciclo de vida dos empreendimentos públicos: projeto (66,67%); concepção e viabilidade (53,33%); e licitação e contratação (53,33%). A principal contribuição deste estudo é proporcionar uma maior compreensão dos fatores que influenciam no sucesso da implantação de BIM pelas organizações públicas.
Palavras chave: 
Modelagem da Informação da Construção. Implantação de BIM. Setor Público.
Fatores Críticos de Sucesso.
Setor de Arquitetura,
Engenharia,
Construção e Operação.