Estimativa da geração de metano em aterro sanitário utilizando a composição de Resíduos Sólidos Urbanos e ensaios de BMP

Linha de Pesquisa: 
Ano: 
2012
Palavras chave: 
Metano
Aterro Sanitário
Resíduos Sólidos Urbanos

Este artigo apresenta a comparação da geração de metano (CH4) aferida em campo com a previsão da geração desse gás obtida de métodos empíricos e de laboratórios. Resultados da caracterização de Resíduos Sólidos Urbanos - RSU (teor de umidade, composição gravimétrica, sólidos totais voláteis e lignina) obtidos em amostras de Resíduos Novos - RN coletadas na frente de lançamento no Aterro Sanitário Metropolitano Centro - ASMC foram utilizados para determinação do potencial de geração de CH4 (L0), o qual também foi obtido por meio do ensaio de Potencial Bioquímico de Metano (BMP). Amostras de resíduos com diferentes tempos de aterramento (1 a 9 anos) foram utilizadas para obtenção do potencial de geração de CH4 remanescente L0(t) e da constante relacionada a taxa de geração de CH4, k. Análises estatísticas para o L0 e para a previsão da geração de CH4 no ASMC foram efetuadas, considerando um intervalo de confiança (I.C.) de 70%. A curva do comportamento da geração de CH4 forneceu bons resultados, indicando que no início da captação do biogás em campo a geração de CH4 apresentou- se dentro do I.C, e que somente a partir do ano de 2009 essa geração passou a apresentar valores abaixo do limite inferior do I.C., devido as mudanças ocorridas na operação do ASMC.

Arquivo: