AVALIAÇÃO PÓS-OCUPAÇÃO E O CONFORTO TÉRMICO NOS ESPAÇOS LIVRES DOS BAIRROS DO CABULA E TANCREDO NEVES- SALVADOR/BA

Ano: 
2015
Orientador: 
Banca Examinadora: 
Resumo: 
As transformações do espaço urbano em decorrência do aumento da densidade construída, ocupação desordenada, redução da cobertura vegetal e pouca oferta de espaços livres públicos confortáveis termicamente interferem de modo negativo na qualidade ambiental urbana na região do Miolo da cidade de Salvador. Este trabalho tem como objetivo discutir a apropriação dos espaços abertos e o conforto térmico nos bairros do Cabula e Tancredo Neves/Beirú, respectivamente: Praça Nova República- PNR e Campus I da Universidade do Estado da Bahia- UNEB, através da Avaliação Pós-Ocupação- APO e do índice Phisiological Equivalent Temperature- PET (ºC), durante os meses de maio a outubro de 2014. Os dois espaços pertencem a bairros vizinhos, com características distintas de uso e ocupação do solo, assim como nas suas coberturas de vegetação. A APO analisou as práticas cotidianas, inter-relações existentes, usos, funções desenvolvidas e opiniões dos usuários, resultando em mapas comportamentais, mapas de conflitos e mapas de traços físicos. Já o estudo de Conforto Térmico calculou o PET (ºC) através de medições de campo das variáveis ambientais como temperatura do ar (ºC), umidade relativa do ar (%), velocidade do ar (m/s), temperatura de globo (ºC) e radiação global (w/m²); cálculo da temperatura radiante média (ºC) e questionários aplicados com os usuários e população do entorno da UNEB e da PNR, para identificar a percepção e sensação térmicas. Posteriormente ao trabalho de campo, foi realizada a calibração índice PET (°C), com base nas nove escalas de classificação desenvolvida por Hope e Mayer em 1987. O resultado obtido para as duas áreas foi que a maioria dos estrevistados (48%) estão com estresse térmico positivo, para os períodos correspondentes as estações do ano: outono, inverno e primavera. Também observou-se que as condições físico-ambientais foram determinantes para a frequência, preferências e apropriações, sendo preferido pelos usuários os espaços equipados, sombreados e ventilados. Foram observados conflitos nos espaços associados as condições térmicas observadas no período estudado.
Palavras chave: 
Avaliação Pós Ocupação- APO;
Conforto Térmico;
Praças e Espaços Livres