AVALIAÇÃO DO FLUXO BIDIMENSIONAL DE ÓLEO DIESEL EM SOLO NÃO SATURADO DA FORMAÇÃO BARREIRAS

Ano: 
2016
Orientador: 
Resumo: 
O trabalho objetivou simular experimentalmente e por software o derramamento de Óleo Diesel comercial S-10 em uma areia siltosa da formação Barreiras. O solo estudado foi caracterizado geotecnicamente como SM (Areia Siltosa), não plástico, contendo cerca de 80% de areia e 20% de finos. Também foram realizados ensaios geotécnicos para a determinação do coeficiente de permeabilidade à carga constante, permeabilidade relativa e curva de retenção. Foram levantadas curvas de viscosidade em função da temperatura, massa específica, pressão de vapor, tensão superficial e interfacial para o diesel e a água utilizados nos experimentos. Para este estudo o solo foi compactado em um canal de fluxo bidimensional de dimensões (120x200x15,5) cm com paredes laterais e frontal de vidro, previamente construído em laboratório. O solo foi compactado em finas camadas de 8mm com umidade de 6% e massa específica seca de 1,82 g/cm3. Foram realizados dois experimentos de infiltração bidimensional em canal de larga escala, um com diesel e um com água, que foram monitorados por tensiômetria e análise visual. A migração aconteceu simultaneamente nas direções vertical e horizontal, gerando um espalhamento lateral. A largura da pluma no fluxo de diesel foi de cerca de 89 cm e da água foi de cerca de 102 cm. Estes espalhamentos mostraram-se compatíveis com os valores de capilaridade, que são maiores para a água, devido à natureza polar. As isolinhas de diesel apresentaram considerável retardo em relação às da água, de forma coerente a mobilidade dos fluídos (ρw/μw)/(ρd/μd)=5,5. Para um solo contendo argila pouco reativa (caulinita) a mobilidade predomina. As simulações de fluxo pelo Seep/w com diferentes coeficientes de permeabilidade permitem notar a dominante influencia deste parâmetro no tempo de chegada das frentes infiltrantes. As simulações realizadas pela equação de Philip (1969) corrigindo-se o parâmetro ΔӨ por um fator associado ao espalhamento lateral ajustaram-se bem aos dados experimentais.
Palavras chave: 
Fluxo;
Diesel;
Solo não saturado.