AVALIAÇÃO DE ARGAMASSA DE REPARO EM VIGAS DE CONCRETO ARMADO

Ano: 
2018
Orientador: 
Resumo: 
A eficácia do reparo pode ser estabelecida em termos de sua capacidade para reparar a integridade estrutural de um elemento de concreto, logo esse trabalho tem como objetivo geral avaliar o desempenho de vigas de concreto armado submetida a reparo com argamassas. Os materiais de reparo utilizado foram duas argamassas poliméricas disponíveis no mercado e uma argamassa álcali- ativada. Na análise de desempenho foi discutido principalmente: a aderência da argamassa no substrato, utilizando três processos avaliativos, o primeiro tendo com base os parâmetros da AFNOR NF 18-851, o segundo processo foi baseado no método de cisalhamento direto, e o terceiro processo foi denominado de método de ensaio Triplet Test. A influência da geometria, da extensão e da espessura do reparo no comportamento estrutural também foram analisadas. Para tanto, foram confeccionadas vigas de pequeno e grande porte, denominadas vigas 70 e vigas 210, que em seguida foram reparadas e submetidas a ensaio de tração na flexão. Os resultados mostraram que as argamassas comerciais apresentaram uma resistência à aderência inferior a argamassa álcali-ativada; as vigas reparadas com espessura de 5,0 cm, geometria trapezoidal e extensão de 56 cm, apresentaram melhores resistências à tração na flexão, maiores flechas e deslocamentos, consequentemente menores módulos de elasticidade na flexão. A argamassa álcali-ativada se mostrou um material alternativo e eficiente para reparo em vigas, mantendo as mesmas características dos elementos reparados com argamassa polimérica.
Palavras chave: 
Reparo estrutural;
vigas de concreto armado;
argamassa polimérica; .
argamassa álcali-ativada