AVALIAÇÃO DA CONTAMINAÇÃO AMBIENTAL POR ESTIRENO ORIUNDO DE RESINAS UTILIZADAS NAS ATIVIDADES DE BENEFICIAMENTO DE ROCHAS ORNAMENTAIS NOS MUNICÍPIOS DE JACOBINA E OUROLANDIA – BAHIA

Ano:
2010
Palavras chave:
Estireno; rochas ornamentais; contaminação ambiental;
Resumo:
O mármore Bege Bahia é uma rocha ornamental calcária com ampla aceitação no mercado nacional, principalmente na construção civil, movelaria e decoração interna. Na Bahia, as maiores jazidas dessa rocha estão no município de Ourolândia, localizado no semi-árido nordestino, em uma região denominada “Piemonte da Chapada Diamantina”. Este estudo teve como objetivo avaliar a contaminação ambiental por monômeros de estireno, oriundo de resinas poliésteres utilizadas da atividade de beneficiamento do mármore Bege Bahia. A pesquisa consistiu na investigação da contaminação por estireno em amostras de resíduos industriais gerados em empresas do segmento beneficiamento, nos diferentes compartimentos ambientais (ar, água, solo e sedimento) da área de estudo e nos organismos aquáticos (peixes) presentes nos rios da região. Os procedimentos de amostragem seguiram critérios definidos pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e referências adotadas pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB). A determinação das concentrações de estireno nas amostras coletadas foi executada através da técnica de Cromatografia Gasosa Capilar, acoplada a Espectrometria de Massas com Purge & Trap. Os resultados encontrados a partir das analises para determinação dos níveis de estireno em sua forma monomérica, evidenciam a contaminação dos resíduos industriais em concentrações elevadas, bem como de águas superficiais. O estireno na forma monomérica não foi detectado nas amostras de solo, sedimento e biota, estando esse fato associado à sua natureza físico-química e as características ambientais da área de estudo. A contaminação das águas superficiais nos afluentes dos rios Salitre e Itapicuru por estireno ocorrem principalmente em função da inadequada disposição dos resíduos industriais gerados no processo de beneficiamento de mármore Bege Bahia, sendo estes depositados diretamente no ambiente, sem o devido tratamento prévio.