APOIO À DECISÃO AO PROCESSO DE DEFINIÇÃO DA VAZÃO AMBIENTAL: CASO DE ESTUDO TRECHO BAIXO DO RIO SÃO FRANCISCO

Ano: 
2010
Autor: 
Orientador: 
Resumo: 
Atualmente, muitos são os problemas associados às condições do regime de vazão que incidem nos múltiplos usos da água. Esse tipo de problema, cada vez mais, exige da gestão dos recursos hídricos a utilização de metodologias que levem em conta além de dados quantitativos, informações qualitativas que incorporem a subjetividade dos atores no processo decisório. O presente trabalho propõe a utilização de mapas cognitivos como técnica de apoio à decisão na estruturação de um problema em gestão de recursos hídricos, no qual se envolvem interesses em conflitos e a necessidade de negociação entre os múltiplos atores. Utilizou-se como estudo de caso a definição da vazão ambiental, no trecho baixo do rio São Francisco. O mapa cognitivo mostrou-se como uma ferramenta adequada na estruturação do problema, uma vez que no processo de construção, proporciona um melhor entendimento aos atores sobre o problema em questão, facilitando na identificação dos aspectos relevantes a serem considerados no processo de decisão.
Palavras chave: 
mapas cognitivos
gestão de recursos hídricos
vazão ambiental