ANÁLISE DE RISCOS EM BARRAGENS DE REJEITOS COM O USO DE TÉCNICAS SEMIPROBABILÍSTICAS DE ESTABILIDADE DE TALUDES – UM ESTUDO DE CASO

Ano: 
2017
Orientador: 
Resumo: 
As barragens de rejeitos normalmente apresentam alto risco associado, haja vista os últimos acidentes ocorridos e os impactos negativos gerados. Assim, medidas de engenharia como a análise de estabilidade de taludes são necessárias de forma a minimizar a ocorrência de acidentes com estas estruturas. O presente estudo trata da análise de riscos do talude de jusante de uma barragem de rejeitos de uma mineração de ouro, a partir da coleta de amostras deformadas e indeformadas do underflow que compõe o maciço de jusante da estrutura, bem como realização de ensaios de laboratório para determinação das características geotécnicas e de parâmetros hidráulicos e de resistência ao cisalhamento. O underflow foi caracterizado como uma areia siltosa com vestígios de argila. Para obtenção dos índices físicos e dos parâmetros de resistência ao cisalhamento com os seus respectivos desvios padrões, fez-se necessária a realização de ensaios em quadriplicata. Obtidos os parâmetros de resistência e os demais dados necessários, com as suas variabilidades, análises de estabilidade foram realizadas empregando o método semiprobabilístico de Monte Carlo e o aplicativo Slope/W, sendo possível a determinação do fator de segurança associado, do índice de confiabilidade, e da probabilidade de ruptura. Para estimativa do número possível de casualidades em caso de ruptura, foi realizada análise tendo como base estudo dam break previamente elaborado pela empresa proprietária da barragem e informações obtidas em campo e em documentos, como o Plano de Atendimento às Emergências. A partir dos resultados da análise de estabilidade e da estimativa de vítimas fatais decorrente de simulação de ruptura, tendo como base parâmetros mundialmente estabelecidos, foi feita a apreciação do risco da barragem, sendo o mesmo classificado como aceitável.
Palavras chave: 
barragens de rejeitos;
estabilidade de taludes;
probabilidade de ruptura;
estimativa de vítimas fatais;
análise de risco.