ANÁLISE DA QUALIDADE AMBIENTAL URBANA EM PRAÇAS PÚBLICAS ATRAVÉS DA PERCEPÇÃO DOS SEUS USUÁRIOS: O CASO DA PRAÇA DOIS DE JULHO - CAMPO GRANDE

Ano: 
2009
Autor: 
Orientador: 
Resumo: 
A praça sempre desempenhou um papel importante ao longo da história. Com o crescimento dos centros urbanos ocorreram mudanças sociais, culturais e de costumes. Com essas mudanças e o aumento da violência urbana, as praças vêm perdendo lugar para os shoppings centers e condomínios fechados, sendo também alvo de abandono, degradação e falta de investimentos públicos. Este estudo de caso concentra-se na Praça Dois de Julho - Campo Grande, maior praça de Salvador, localizada na área central da cidade, possui grande valor, histórico, ambiental e cultural. Após anos de abandono a praça passou por uma grande reforma. Observar e vivenciar a dinâmica da praça, entender a relação do usuário com o ambiente, o uso e apropriação do espaço, e como esse espaço com seus componentes físicos e ambientais contribuem para a qualidade de vida dos usuários e para a qualidade ambiental urbana de Salvador, foram essenciais para analisar a qualidade ambiental urbana da praça. As descobertas da pesquisa contribuíram para conhecer os pontos positivos e negativos da praça através da percepção dos usuários.
Palavras chave: 
Praça, Percepção, Uso, Qualidade Ambiental Urbana.