Palestra - Monitoramento do Nível do Mar pelo IBGE - 13abril2010, 17h

Palestra sobre o programa "RMPG - Rede Maregráfica Permanente para  Geodésia" do IBGE.

No dia 13/04/2010, 3a feira, 17h, no Auditório da Escola Politécnica  da UFBA, o Curso de Engenharia de Agrimensura e Cartográfica promove  palestra sobre o programa "RMPG - Rede Maregráfica Permanente para  Geodésia", a ser proferida pelo coordenador nacional desse programa  do IBGE, Roberto Teixeira Luz, Engenheiro Cartógrafo e Doutor em  Geodésia.

O IBGE é a instituição responsável pela infra-estrutura de dados  geodésicos e cartográficos no Brasil. Dentre essas atividades,  encontra-se o estabelecimento de um conjunto homogêneo de marcos  geodésicos com altitudes de alta precisão em todo o território  nacional, a Rede Altimétrica de Alta Precisão (RAAP) do Sistema  Geodésico Brasileiro (SGB). A partir dos marcos da RAAP, são medidas  as altitudes de todo o Território Brasileiro para os mais variados  objetivos: obras de saneamento, irrigação, estradas,  telecomunicações, usinas hidrelétricas, mapeamentos e estudos  científicos. Em todas essas aplicações, a questão da origem das  altitudes (datum altimétrico) assume grande importância, não  bastando a definição genérica "acima do nível do mar", comumente  usada.

O nível do mar está sujeito a inúmeras variações, o que dificulta a  obtenção "do nível médio do mar" com alta precisão. Somente o  contínuo monitoramento do nível do mar, através de estações  maregráficas permanentes estabelecidas regularmente ao longo da  costa, garante o cumprimento desse objetivo. Atualmente, as  altitudes usadas nos mapeamentos e obras de engenharia no Brasil,  referem-se ao Datum de Imbituba, isto é, ao nível médio do mar no  Porto de Imbituba (SC), determinado entre 1949 e 1957.

A RMPG (Rede Maregráfica Permanente para Geodésia) foi concebida em  1997 pelo Departamento de Geodésia do IBGE com a finalidade de  determinar e acompanhar a evolução dos data altimétricos do Sistema  Geodésico Brasileiro. Quatro estações já se encontram em operação:  Macaé (RJ), Imbituba (SC), Salvador (BA), e Santana (AP), e outras  duas em implantação - Belém (PA) e Fortaleza (CE).

O conjunto de estações da RMPG permitirá que os níveis médios em  toda a costa brasileira sejam determinados com alta precisão,  proporcionando a correlação entre todos os demais referenciais  altimétricos. Isso trará notáveis avanços não só em estudos  científicos, como também em atividades práticas que demandam de  determinações da altitudes.

O coodenador do IBGE, Eng. Roberto Luz, encontra-se na Bahia  acompanhando as atividades técnicas e científicas relacionadas à  estação da RMPG localizada em Salvador, na Capitania dos Portos -  Comércio. Sua palestra na Escola Politécnica da UFBA é uma  oportunidade para a comunidade científica e profissional interessada  no assunto, conhecer e discutir esse programa.