I COBESA - inscrição na forma de resumo expandido, até 5 páginas, com data limite em 08/03/2010.

A Engenharia Sanitária e Ambiental no Estado da Bahia vem se  consolidando como importante área técnico-científica na última década.  No campo da formação profissional, da pesquisa e da extensão, o estado  conta com diversas instituições de ensino distribuídas em seu  território. Dispomos de três universidades federais (Universidade  Federal da Bahia-UFBA, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia-UFRB  e Universidade Federal do Vale do São Francisco-Univasf), quatro  universidades estaduais (Universidade do Estado da Bahia-UNEB,  Universidade Estadual de Feira de Santana-UEFS, Universidade Estadual  do Sudoeste da Bahia-UESB e Universidade Estadual de Santa Cruz-UESC)  e diversas universidades/faculdades particulares (Universidade  Salvador-Unifacs, Faculdade de Tecnologia e Ciências-FTC, Área  1-Faculdade de Ciência e Tecnologia, Faculdade Regional da  Bahia-Unirb, UniJorge-Centro Universitário Jorge Amado) que oferecem  cursos de graduação e pós-graduação na área.O estado da Bahia também dispõe de importantes órgãos e empresas  públicas que atuam na área e diversas empresas privadas de  consultoria, de construção, fornecedores de materiais e equipamentos  que dão suporte a realização de projetos e obras. Por outro lado, o  Estado vem sendo alvo de diversas ações governamentais, a exemplo dos  investimentos dos governos federal e estadual no âmbito dos Programas  de Aceleração do Crescimento-PAC (2007-2010) e Água para Todos, bem  como no plano jurídico-institucional como a Lei Estadual de Meio  Ambiente e Proteção da Biodiversidade, a Lei Estadual de Recursos  Hídricos, a Lei Estadual de Saneamento Básico e a criação da Comissão  de Regulação dos Serviços Públicos de Saneamento Básico-CORESAB.Esse cenário tem demonstrado a necessidade de um fórum  técnico-científico próprio de discussão sobre os temas do saneamento e  meio ambiente no estado da Bahia, para propiciar a apresentação e  debate periódico da produção de seus profissionais, bem como de  pesquisadores, professores e alunos de graduação e pós-graduação.Dessa forma, concebeu-se o I Congresso Baiano de Engenharia Sanitária  e Ambiental-COBESA, como o fórum apropriado para a discussão das  questões da área e a apresentação dos trabalhos técnico-científicos, a  ser realizado de 11 a 16 de julho de 2010, no Centro de Convenções da  Bahia, em Salvador. Pretende-se que o COBESA se consolide como um  espaço permanente e que seja realizado de dois em dois anos. Para  isso, conta na composição de sua Comissão Organizadora com  representantes das universidades federais sediadas no estado da Bahia,  das universidades estaduais, das universidades/faculdades  particulares, de órgãos e de empresas públicas e de entidades  profissionais que atuam na área.O tema central definido pela Comissão Organizadora para o I COBESA é  ?Universalização do saneamento, urbanização e meio ambiente: desafios  tecnológicos e de gestão?. Estão previstos na estrutura do I COBESA  conferências, painéis, mesas redondas, palestras, apresentação de  trabalhos técnico-científicos e de inovações tecnológicas, exposição  de equipamentos, materiais e produtos utilizados na área, além de  mini-cursos e visitas técnicas.Desse modo, tenho a honra de convidar o(a) colega para participar do  evento, submetendo trabalho técnico-científico e/ou de inovação  tecnológica até 08 de março de 2010, bem como divulgando o nosso  evento para outros colegas.Outras informações sobre o I COBESA podem ser acessadas no site:  www.acquacon.com.br/cobesa.Certo em contar com o apoio de do(a) colega e presença no nosso  evento, agradeço antecipadamente.

Atenciosamente,

 

Luiz Roberto Santos Moraes, PhDProfessor Titular em Saneamento da UFBAPresidente do I COBESA