Estudantes se reunem com CNPq e conquistam reajuste de bolsas

Na última terça-feira, em Brasília, o Presidente da ANPG, Hugo Valadares, a Diretora de Relações Institucionais da União Nacional dos Estudantes (UNE), Marcela Cardoso e o Diretor da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), Rafael Clabonde, reuniram-se com o novo presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), professor Carlos Alberto Aragão de Carvalho Filho.

Hugo Valares apresentava a preocupação do movimento estudantil com o longo período de estagnação dos valores das bolsas quando foi interrompido pelo professor Aragão para anunciar que, horas antes, durante a Reunião de Diretoria do CNPq, fora aprovado um reajuste não só das bolsas de Pós-Doutorado, mas também das de Iniciação Científica. O reajuste médio foi da ordem de 21%, com destaque para a bolsa de pós-doutorado, que passou de R$ 2.218,56 para R$ 3.200,00, um acréscimo de 44% (ver tabela abaixo). As bolsas de Iniciação Científica (IC) foram as mais beneficiadas no quantitativo: passaram de 29 para 43 mil, um incremento substancial de 14 mil bolsas, ou cerca de 48%.

Apesar de comemorar a vitória alcançada, o presidente da ANPG foi enfático ao salientar durante o encontro que as bolsas dos pós-graduandos, sobretudo de mestrado e doutorado, além de estarem sem aumento desde 2008, ainda não contemplam diversas demandas dos estudantes, como a licença-maternidade plena, o tempo de contribuição à aposentadoria, uma data base para aumentos e ainda impede que o estudante possa trabalhar, mesmo com aval do seu orientador. Segundo Hugo, Aragão se mostrou atento a essas questões e disse que medidas estão sendo estudadas neste sentido, juntamente com a Capes.

Outras pautas

Entretanto, a pauta da reunião foi além. A ANPG, que já participa dos conselhos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), pleiteou também sua participação no Conselho Deliberativo do CNPq. O professor Aragão respondeu que tal demanda será avaliada na próxima reunião da diretoria do Conselho. Já a solicitação de inclusão do Ministério da Ciência e Tecnologia e do CNPq na comissão que debaterá o PL 2.315/2003, o chamado PL dos Pós-Graduandos, foi atendida prontamente. O Ministério da Educação (MEC) e a Capes já compõem esta comissão.

A entidade dos pós-graduandos aproveitou a audiência para convidar o professor Carlos Alberto Aragão de Carvalho Filho para participar do XXII Congresso da ANPG, que acontecerá no Rio de Janeiro, entre os dias 15 e 18 de abril deste ano. Vários temas serão debatidos, entre eles, os rumos da ciência no Brasil.

Fontes e informações:

http://www.anpg.org.br/

http://www.cnpq.br/saladeimprensa/noticias/2010/0310.htm