Apresentação de Seminário de Pesquisa: USO DE DIFERENTES TÉCNICAS ACOPLADAS DE ANÁLISE DE SUBSUPERFÍCIE EM GEOTECNIA, COM FOCO NO RADAR PENETRANTE DO SOLO, GPR E NA TÉCNICA DE INVESTIGAÇÃO DE ELETRORRESISTIVIDADE

Local:
Vídeo conferência

Data :
10/16/2020 - 14:00

Resumo:

 

 

Os métodos geofı́sicos são técnicas indiretas de investigação do subsolo de formanão destrutiva e não invasiva. Além das aplicações nas explorações petrolı́feras e demineração, as ferramentas geofı́sicas vêm se destacando e ganhando espaço nas áreas deengenharia civil, geotecnia, geologia de engenharia, dentre outras. Auxiliam na caracte-rização do subsolo, proporcionando aumento de segurança, melhorando a qualidade dasinvestigações e possibilitando avaliar grandes áreas de forma rápida e econômica. Dentreos métodos geofı́sicos, o Ground Penetration Radar (GPR) ou Georadar e a Eletrorresis-tividade (ER), em especial, têm sido os mais requisitados no campo da engenharia civil.Essa pesquisa objetiva utilizar duas diferentes técnicas geofı́sicas, ER e GPR, através docaminhamento elétrico (CE) e commom offset, respectivamente, analizando os dadosobtidos de forma integrada, de modo a produzir informações mais acertivas acerca dascondições de subsuperfı́cie. As velocidades de propagação dos pulsos eletromagnéticosdeverão ser empregadas na estimativa de valores de umidade, auxiliando na interpretaçãodas variações de resistividade elétrica, enquanto que os valores de resistividade elétrica,melhor interpretados, deverão ser utilizados para interpretação do material constituintesdas camadas localizadas entre as reflexões detectadas nos radargramas. Os dados foramcoletados em uma área rural na cidade de São Sebastião do Passé, onde é comum aocorrência de sucessivas camadas sedimentares de caráter arenoso/argiloso.

 

Os métodos geofı́sicos são técnicas indiretas de investigação do subsolo de forma

não destrutiva e não invasiva. Além das aplicações nas explorações petrolı́feras e de

mineração, as ferramentas geofı́sicas vêm se destacando e ganhando espaço nas áreas de

engenharia civil, geotecnia, geologia de engenharia, dentre outras. Auxiliam na caracte-

rização do subsolo, proporcionando aumento de segurança, melhorando a qualidade das

investigações e possibilitando avaliar grandes áreas de forma rápida e econômica. Dentre

os métodos geofı́sicos, o Ground Penetration Radar (GPR) ou Georadar e a Eletrorresis-

tividade (ER), em especial, têm sido os mais requisitados no campo da engenharia civil.

Essa pesquisa objetiva utilizar duas diferentes técnicas geofı́sicas, ER e GPR, através do

caminhamento elétrico (CE) e commom offset, respectivamente, analizando os dados

obtidos de forma integrada, de modo a produzir informações mais acertivas acerca das

condições de subsuperfı́cie. As velocidades de propagação dos pulsos eletromagnéticos

deverão ser empregadas na estimativa de valores de umidade, auxiliando na interpretação

das variações de resistividade elétrica, enquanto que os valores de resistividade elétrica,

melhor interpretados, deverão ser utilizados para interpretação do material constituintes

das camadas localizadas entre as reflexões detectadas nos radargramas. Os dados foram

coletados em uma área rural na cidade de São Sebastião do Passé, onde é comum a

ocorrência de sucessivas camadas sedimentares de caráter arenoso/argiloso.