Apresentação de Seminário de Pesquisa: METODOLOGIA PARA IDENTIFICAÇÃO DE ÁREAS DE VULNERABILIDADE HÍDRICA POR MEIO DE PROCESSAMENTO DE INFORMAÇÕES ESPACIAIS E REGISTROS DE OCORRÊNCIAS DA DEFESA CIVIL

Local:
Sala 6.3.5 - 6 º andar - Escola Politécnica da UFBA

Data :
08/08/2012 - 14:00

Resumo:

Os espaços urbanos apresentam carências no planejamento, no controle da ocupação do solo e na infraestrutura que tem acentuado ou mesmo criado áreas de vulnerabilidade hídrica. Os eventos de alagamentos são responsáveis por prejuízos tanto sociais quanto econômicos e constituem graves problemas para os citadinos. Nesses casos, a realização de estudos para estas áreas é de grande importância estando vinculada à necessidade de conhecer espacialmente tais áreas, bem como, de definir novas ferramentas que auxiliem em sua gestão. O objetivo deste trabalho é propor uma metodologia que possa contribuir com os procedimentos do órgão da defesa civil municipal para que este possa aperfeiçoar suas ações, em especial, as de prevenção. Para o desenvolvimento desse trabalho foi montado um banco com dados referentes a alagamentos obtidos em notícias do jornal A Tarde e junto à defesa civil. Estes foram processados e comparados entre si. Já na segunda etapa, serão levantadas as áreas críticas a alagamentos por meio do sensoriamento remoto e do MDT que serão avaliadas com os resultados da primeira etapa. Seguidamente, foram elaborados mapas para otimizar as análises. Como recorte espacial, foi escolhida a bacia hidrográfica de Pedras/Pituaçu, localizada no município de Salvador/BA. Espera-se que a aplicação de técnicas de processamento de informações espaciais e de geotecnologias possam contribuir significativamente para uma melhor gestão dessas áreas.

 

Palavras chave: espaço urbano, alagamentos e informações espaciais.