Apresentação de Seminário de Pesquisa: ESTIMATIVA ENERGÉTICA E RECUPERAÇÃO DE METANO A PARTIR DOS RSU PELO PROCESSO DE DIGESTÃO ANAERÓBICA E PODER CALORÍFICO: ESTUDO DE CASO BARREIRAS – BA

Local:
DCTM, terceiro andar POLI

Data :
08/23/2013 - 09:00

Resumo:

A sociedade brasileira vivencia uma série de problemas ambientais, provocados
por ações antrópicas, dentre as quais a ineficiência do gerenciamento de resíduos sólidos
urbanos (RSU) em grande parte dos municípios brasileiros. Com o propósito de sanar ou
mitigar essa adversidade é necessário desenvolver e executar ações conjuntas, com
eficiência técnica e econômica, aproveitando a energia incorporada ao RSU e envolvendo
projetos que possibilitem definir a melhor tecnologia para tratamento dos resíduos. Nesse
estudo foram caracterizados resíduos novos (RN) e resíduos velhos (RV) com diferentes
idades do município de Barreiras – BA, em dois períodos climáticos distintos (úmido e
semi-úmido) possibilitando estimar o potencial energético por duas tecnologias: digestão
anaeróbia com uso do ensaio de Potencial Bioquímico de Metano (BMP) e poder
calorífico. A metodologia aplicada se mostrou eficiente, sendo realizada a caracterização
de alguns parâmetros físicos, químicos e biológico dos RSU. Os resultados de
composição gravimétrica para RN apresentaram valor médio de 49,49% para a fração
pastosa, teor de umidade em base seca (BS) com 107,38%, teor de lignina 22,93% e
Sólidos Totais Voláteis (STV) com 45,86%. O potencial médio de geração de metano (Lo)
foi de 63,47 m3 CH4/Mg RSU, a constante da produção de CH4 (k) foi de 0,15 ano-1 para
amostra coletada no período úmido. O poder calorífico em base seca foi 4279,5 Kcal/kg
para RN e 4604,5 e 5164Kcal/kg para RV com idade de 1 e 10 anos de aterramento. Na
recuperação energética 03 cenários foram propostos, em que a melhor situação
quantificou uma produção máxima de energia elétrica de 6,59.108 KWh durante um
período de 27 anos possibilitando abastecer em média cerca de 13564 residências por
ano.
Palavras-chaves: