Apresentação de Seminário de Pesquisa: AVALIAÇÃO DA INFLUÊNCIA DO RESÍDUO PROVENIENTE DA PRODUÇÃO DO DIÓXIDO DE TITÂNIO (MNR) NAS PROPRIEDADES DAS ARGAMASSAS DE REVESTIMENTO E NA SUA CAPACIDADE FOTOCATALÍTICA

Local:
Sala DCTM - 1ºandar

Data :
12/19/2017 - 09:00

Resumo:

Uma das maiores problemáticas atuais é a intensa produção de resíduos sólidos industriais, que resulta, consequentemente, no aumento da emissão de gases poluentes, por meio de diversos sistemas produtivos, onde um dos principais agentes da má qualidade do ar são os óxidos de nitrogênio (NOx). Em virtude disto, os órgãos ambientais exigem critérios rígidos para o correto aproveitamento e disposição dos resíduos, estimulando pesquisas que busquem alternativas viáveis para sua aplicação nas mais diversas áreas. Entre as indústrias que apresentam potencial para o reaproveitamento desses resíduos, se destaca a indústria da construção civil, através da incorporação dos rejeitos em matrizes cimentícias. Neste contexto, o minério não reagido (MNR), resíduo gerado através da produção de dióxido de titânio, apresenta um elevado potencial para utilização em argamassas fotocatalíticas, uma vez que o anatásio, uma das principais fases do dióxido de titânio, presente neste resíduo, é responsável por promover tais reações. Assim, o presente estudo busca inserir este resíduo como matéria-prima alternativa na produção de argamassas de revestimento com características fotocatalíticas, atuando na degradação dos NOx e de compostos orgânicos aderidos à superfície. Para isso, o cimento Portland branco, a cal hidratada e a areia foram caracterizados físico quimicamente, e o MNR foi caracterizado quanto às suas propriedades físicas, químicas, mineralógicas e ambientais. Após a caracterização, foram moldadas argamassas com adições de 5%, 10% e 15% de MNR, em relação à massa do cimento, além de uma amostra de referência (0%), e, em seguida, as mesmas serão avaliadas nos seus estados fresco, endurecido, aplicado, e quanto à capacidade fotocatalítica, por meio de um aparato de fotocatálise de alta precisão, que será desenvolvido nesta pesquisa, e utilizado para a realização dos ensaios fotocatalíticos. De acordo com os resultados iniciais encontrados o MNR poderá ser incorporado em argamassas de revestimento, apresentando resultados satisfatórios dentro dos requisitos normativos impostos.