Apresentação de Projeto de Pesquisa: QUANTIFICAÇÃO DA INFLUÊNCIA DA RADIAÇÃO SOLAR NO PROCESSO DE CLAREAMENTO DE DARK SLOPE STREAKS NA SUPERFÍCIE DO PLANETA MARTE

Local:
Laboratório de SR e Fotogrametria - DETG

Data :
12/17/2019 - 10:00

Resumo:

Os intrigantes Darks Slopes Streaks - DSS, rastros escuros em declives, constituem uma considerável população dos fenômenos geológicos ativos no Planeta Marte, tais como crateras, sendo caraterizados por morfologia típica, fan-shaped (em forma de leque), e seus respectivos albedos que transitam de valores baixos, em rastros mais novos, para elevados em rastros mais antigos. Algumas hipóteses foram levantadas sobre os mecanismos envolvidos na sua formação, todavia sem validação, e existem também lacunas a respeito da modificação do albedo, responsável por produzir os Bright Slope Streaks’s. Este projeto de mestrado pretende explicar a dinâmica da taxa de albedo analisando a contribuição da iluminação solar na taxa de clareamento do rastro considerando que a única fonte de iluminação no planeta vermelho é o Sol. As primeiras aquisições de imagens a bordo da missão Viking Orbiter não permitiram um maior nível de detalhamento do fenômeno em virtude das limitações de resolução espacial da época. As imagens de alta resolução da câmera HiRISE, High Resolution Imaging Science Experiment, possibilitaram uma resolução de 0,25 metros e a construção de modelos digitais de terreno, baseados no principio da visão estereoscópica, com nível de detalhamento no solo de 0,7 metros. Com as imagens obtidas entre os anos de 2009 a 2019, período no qual foram produzidos os modelos digitais de terreno da HiRiSe, será construída uma tabela de contingência que relacione o ângulo de declive, o albedo e a projeção solar no rastro. O cálculo da insolação no declive utilizará o modelo digital de terreno HiRiSe para produzir mapas de radiação regionalizados, de modo a viabilizar o estudo das variações da incidência solar em função das variações topográficas. A proposta é avaliar como os dados de elevação do modelo digital de terreno interferem no valor da energia incidente. A estatística espacial que será desenvolvida visa quantificar a influência da radiação solar, em unidades de Watts/m2, no processo de clareamento dos DSS’s na superfície do planeta Marte. Portanto, o presente trabalho propõe a construção de medidas de associação baseadas na coleta dos dados de radiação do mapa solar, oriundo das regiões nas quais existam modelos digitais de terreno, bem como para o declive e albedo, aplicando técnicas de processamento raster e/ou vetorial conforme necessidade.