Apresentação de Projeto de Pesquisa: INFLUÊNCIA DAS CARACTERÍSTICAS FÍSICAS DO MgO E DO ADP NA REAÇÃO DE FORMAÇÃO E NAS PROPRIEDADES FÍSICO-MECÂNICAS DO CIMENTO DE FOSFATO DE MAGNÉSIO

Local:
OnLine

Data :
11/06/2020 - 14:00

Resumo:

A indústria cimenteira é uma das mais poluidoras do mundo e, por isso, é crescente o interesse por estudos à respeito de formulações de cimentos alternativos, tais como os cimentos de fosfato de magnésio (CFM), que fazem parte do grupo das cerâmicas quimicamente ligadas. As reações de formação deste cimento ocorrem à temperatura ambiente, sem a necessidade de tratamentos com alta demanda energética, como acontece com as cerâmicas convencionais. O CFM oferece ainda, vantagens em relação ao cimento Portland, tais como alta resistência inicial, baixa retração por secagem, alta resistência à abrasão e baixa densidade. Contudo, não há uma completa compreensão sobre os parâmetros que afetam estas propriedades, principalmente em relação as características físicas, área superficial e granulometria, dos dois principais constituintes, óxido de magnésio (MgO) e dihidrogenofosfato de amônio (ADP) do CFM. Assim, este trabalho tem como objetivo avaliar a influência da área superficial e granulometria do MgO e ADP nas suas reações de formação e propriedades fundamentais. Para tal, serão utilizadas três diferentes amostras de MgO calcinado à morte, com diferentes granulometrias e áreas superficiais. O ADP apresentará características granulométricas semelhantes às das amostras de MgO. Existirão então, três tipos de amostras, com variação na relação entre áreas superficiais para o MgO e ADP, que serão combinados em nove possibilidades, para dois traços e dois teores de água, além da proporção estequiométrica. As matérias primas serão avaliadas quanto as suas condições físicas e químicas (densidade, área superficial, determinação das fases por DRX, composição química por FRX). As pastas serão avaliadas quanto ao processo de formação (tempo de pega, calorimetria e formação de fases por DRX) e propriedades físico-mecânicas (porosidade, densidade, resistência à compressão axial e tração na flexão). Desta forma, espera-se contribuir para o desenvolvimento de um material alternativo que atenda tecnicamente às necessidades da construção civil.