Apresentação de Projeto de Pesquisa: Estudo da dosagem de concretos produzidos com agregado reciclado de resíduo de construção e demolição

Local:
Sala oLurenço Costa - 6 Andar

Data :
12/17/2010 - 14:00

Resumo:

As diferentes formas de dosar os concretos, bem como os diferentes tratamentos dados aos agregados reciclados, influenciam as propriedades do concreto nos estados fresco e endurecido. Verifica-se que os métodos utilizados para dosar os concretos reciclados são os mesmos para dosar concretos convencionais, com alguns ajustes de parâmetros, e que não há um consenso acerca da melhor maneira de introduzir os materiais na betoneira para a confecção da mistura. Devido a isso e às características dos agregados reciclados, como textura mais rugosa, forma mais angular, alta taxa de absorção e menor massa específica, surge a necessidade de estudar as diferentes práticas de dosagem, bem como as diferentes formas de mistura, para então propor um método racional de dosagem de concretos reciclados. Neste trabalho, serão dosados concretos convencionais a partir dos métodos ACI/ABCP e IPT/EPUSP e concretos de alto desempenho através dos métodos de Aitcin (1998) e Mehta/Aitcin (1990b), com taxas de substituição do agregado natural pelo reciclado de 0%, 50% e 100%, sendo feitas separadamente para agregados miúdos e graúdos reciclados. Para avaliar a influência das práticas de dosagem e das diferentes condições de umidade do agregado reciclado, serão realizados testes para verificar a trabalhabilidade a partir do ensaio de abatimento do tronco de cone e do tempo VeBe. Para avaliar a influência dessas propriedades no concreto no estado endurecido, serão realizados os ensaios de resistência à compressão nas idades de 3, 7, 28 dias e resistência à tração por compressão diametral aos 28 dias. Por fim, para se avaliar a microestrutura interna dos concretos dosados pelos métodos em teste, será realizada uma análise das imagens de MEV – Microscopia Eletrônica de Varredura, aos 28 dias. Sendo assim, como resultados, se espera obter misturas dosadas a partir de um método racional, que leve em considerações as características dos agregados reciclados, conferindo aos concretos reciclados um desempenho mecânico comparável ou superior aos dos concretos convencionais e uma vida útil adequada para os fins a que eles se destinarem.