Apresentação de Projeto de Pesquisa: EFEITOS DO ENVELHECIMENTO NAS PROPRIEDADES DE COMPÓSITOS PRODUZIDOS COM RESÍDUOS DE CIMENTO-AMIANTO INERTIZADOS E REFORÇO HÍBRIDO

Local:
Remoto (via zoom)

Data :
12/14/2020 - 10:30

Resumo:

Após a restrição quanto ao uso das fibras de amianto diversos setores necessitaram empregar outras tecnologias que substituíssem as potencias características das fibras de amianto, e isso não foi diferente com a indústria de fibrocimento. Esta situação implicou ainda mais no aumento de resíduos sólidos gerados através da construção civil, e por consequência, vem reforçando a urgente necessidade de tratar este resíduos, que atualmente se acumulam no meio ambiente. Visando a produção de um novo material alternativo ao fibrocimento, este projeto propõe o desenvolvimento de compósitos de matriz à base de resíduos de cimento-amianto inertizados (RCAT) reforçados com fibras de sisal e polipropileno.  Os materiais particulados que constituem a matriz, isto é, os RCAT e a sílica ativa serão caracterizados quanto à densidade, distribuição granulométrica, superfície específica e composição química e mineralógica. As fibras serão submetidas à caracterização geométrica, física, mecânica, microestrutural e térmica, o que auxiliará na determinação dos efeitos do envelhecimento acelerado e natural dos compósitos. Um projeto estatístico Optimal customizado para o modelo KCV, desenvolvido por Kowalski, Cornell e Vining  será empregado na determinação simultânea dos efeitos da proporção entre os materiais e da pressão de conformação nas propriedades dos compósitos. Nesta etapa, corpos-de-prova prismáticos serão conformados por prensagem em um molde com área de (40 x 160) mm², fixando-se o volume total de material.  Após esta etapa, os compósitos serão curados em banho-maria durante 48 horas, em embalagens herméticas, nas quais os eles permanecerão até completar 28 dias, quando serão caracterizados. A caracterização dos corpos de prova consistirá na determinação da espessura, porosidade aparente e do comportamento mecânico no ensaio de flexão de quatro pontos. A caracterização mecânica proporcionará a determinação do módulo de elasticidade (MOE), modulo de ruptura (MOR) e da energia específica (EE), parâmetros que servirão como indicadores de degradação no estudo de envelhecimento. As seções de fratura dos corpos de prova serão observadas em um microscópio eletrônico de varredura. O modelo KCV permitirá a determinação da composição e a pressão de conformação ótimas para a produção dos compósitos que serão submetidos ao envelhecimento acelerado, por até 200 ciclos de molhagem e secagem, e natural, por exposição ao intemperismo em 4 ambientes com características distintas: industrial, marinho, rural e urbano. A microestrutura e o comportamento mecânico dos compósitos antes e após envelhecimento serão comparados.