Apresentação de Projeto de Pesquisa: AVALIAÇÃO DA DURABILIDADE DE ARGAMASSAS ÁLCALI-ATIVADAS PARA REPARO ESTRUTURAL

Local:
SALA DO PPEC

Data :
02/23/2018 - 16:00

Resumo:

A durabilidade das edificações é um assunto de grande interesse para a indústria da construção civil. Certo que evitar o aparecimento de manifestações patológicas, desenvolver e aprimorar metodologias de manutenção, principalmente em elementos estruturais, é um dos seus principais desafios. Em especial as estruturas de concreto simples ou armado, são feitas manutenções, como reforços e reparos estruturais, a fim de tratar as manifestações patológicas e aumentar a vida útil da estrutura. No Brasil, a técnica de intervenção corretiva mais utilizada é a de reparos localizados com argamassas de cimento Portland modificadas com polímeros. Um dos principais problemas deste material é a sua deformabilidade diante de altas temperaturas ou amplitudes térmicas. Perante o exposto, faz-se necessário avançar os estudos que buscam materiais alternativos para reparos estruturais. Por outro lado, estudos indicam que a argamassa de reparo álcali-ativada pode ser uma alternativa mais segura e eficaz por conta do seu alto desempenho térmico e mecânico e de durabilidade. Neste contexto, os materiais álcali-ativados surgem como uma alternativa aos polímeros orgânicos, e com potencial para ser aplicado como material de reparo. Uma vez que, ele possui uma estrutura tridimensional, inorgânica e estável que não se degrada na presença da luz e calor, assim, assegurando a durabilidade da estrutura reparada. Diante do pressuposto, o objetivo deste trabalho é propor um material de reparo álcali-ativado, utilizando o metacaulim como precursor, a sílica ativa e o hidróxido de sódio como solução ativadora. Para isto, será feito o estudo de dosagem dos materiais álcali-ativados e a caracterização físico-quimica e mineralógica dos mesmos. Em seguida, serão produzidos e caracterizados os materiais de reparo a fim de conhecer o seu comportamento no estado fresco, o desempenho mecânico e térmico, com a finalidade de analisar a durabilidade. As propriedades de durabilidade das argamassas de reparo seram avaliadas atraves: das análises térmicas, comportamento mecânico residual e variação da densidade após exposição à temperatura e os ensaios de retração, ataque por sulfato de magnésio, ensaio de absorção por imersão e índice de vazios e o ensaio de absorção por capilaridade).