AVALIAÇÃO ESPACIAL DE OCORRÊNCIAS DE ROUBO EM TRANSPORTE COLETIVO URBANO POR ÔNIBUS

Ano: 
2016
Orientador: 
Resumo: 
A redução da qualidade do serviço de transporte público pode provocar uma maior procura pelo uso de automóveis ou motocicletas, contribuindo para uma cidade cada vez menos sustentável. Adicionalmente, os roubos que ocorrem no interior do transporte coletivo por ônibus agravam ainda mais essa situação, pois contribuem para a redução da qualidade do serviço. Desta forma, esta pesquisa visa analisar os roubos no sistema de transporte coletivo por ônibus da cidade de Salvador, Bahia, a partir do estudo da distribuição espacial das ocorrências, além da compreensão das variáveis associadas a este delito. Busca-se avaliar particularmente os padrões de distribuição espacial destas ocorrências na cidade, a partir de diferentes técnicas de análise espacial, tais como a análise de densidade Kernel, Krigagem Indicativa (técnica geoestatística) e a avaliação multicritério em ambiente de Sistema de Informação Geográfica (SIG). A primeira etapa da análise corresponde ao estudo da dinâmica espaço-temporal das ocorrências, ou seja, os seus padrões de concentração ao longo do ano através dos mapas Kernel, para o biênio 2013 e 2014. Num segundo momento, realizou-se a modelagem geoestatística utilizando os dados de roubo em ônibus registrados no ano de 2013 em Salvador. A Krigagem Indicativa possibilitou a geração de superfície de probabilidades de ocorrências de roubo em ônibus na cidade. Finalmente, na etapa de avaliação multicritério em ambiente SIG, foram identificados os cinco fatores que mais influenciam para a ocorrência de roubo em ônibus em Salvador, segundo a opinião de especialistas: F1 - proximidade a locais que facilitam a fuga; F2 - ausência de policiamento; F3 - maior frequência de ônibus; F4 - grande movimentação de pessoas; F5 - proximidade a pontos de tráfico de drogas. Esses fatores foram integrados numa estrutura de análise espacial multicritério, fornecendo o mapa de potencial de ocorrência de roubo em ônibus em Salvador. Através da interpretação dos mapas resultantes de cada etapa de análise, foi possível identificar os diferentes padrões espaciais do fenômeno em estudo Os resultados desta pesquisa podem servir como suporte no processo de tomada de decisão, planejamento e políticas públicas que visem proporcionar maior segurança no transporte público de Salvador e, por conseguinte, o fortalecimento da mobilidade sustentável na cidade, a partir de intervenções direcionadas aos fatores críticos e locais de maior probabilidade e/ou potencial de ocorrência de roubos em ônibus.
Palavras chave: 
roubo em ônibus,
kernel, geoestatística,
avaliação multicritério.