Uma proposta de classificação da agressividade ambiental para a cidade de Salvador-BA

Ano:
2010
Palavras chave:
agressividade ambiental; concreto armado;
Resumo:

Este trabalho contém uma proposta de classificação da agressividade ambiental para a cidade de Salvador, a partir da análise dos resultados das pesquisas de campo efetuadas pelos autores em diversos bairros dessa capital, no período de 2003 a 2007, e de informações obtidas junto a projetistas e empresas de recuperação de concreto armado. Os estudos realizados visaram a identificar as regiões da cidade com maior número de ocorrência de patologias em edificações cujas estruturas sofreram intervenção. Os dados obtidos, após análise, foram utilizados como indicativos do grau de agressividade ambiental das diferentes áreas estudadas. Análises estatísticas foram realizadas no sentido de se avaliar as variáveis que mais influenciam na intensidade do ataque às estruturas de concreto armado pelos agentes ambientais em Salvador, e foram propostas equações empíricas para a previsão do grau de agressividade ambiental em diferentes pontos da cidade, em função das variáveis escolhidas. Como resultado final do trabalho, um mapeamento foi elaborado para a zona urbana da cidade, classificando-a em diferentes níveis de agressividade ambiental às estruturas de concreto armado. Apesar de se tratar de um trabalho empírico, cujos dados referem-se a uma cidade em particular, os autores acreditam que a metodologia empregada possa ser utilizada em outras cidades do Brasil, desde que sejam providenciadas as alterações pertinentes.