Estudo da Geração de Metano produzido nas células do Aterro Sanitário Metropolitano Centro em Salvador da Bahia

Ano:
2010
Palavras chave:
Geração de Metano; Resíduos Sólidos; Biodegradabilidade;
Resumo:

Este artigo apresenta um estudo acerca dos parâmetros envolvidos no modelo de decaimento de primeira ordem, utilizado para simular o processo de perda de massa em ambiente anaeróbio e a consequente geração de metano (CH4) em aterros sanitários. Resultados de caracterização física (umidade e composição) e de biodegradabilidade (STV) obtidos em resíduos novos, coletados na frente de lançamento do Aterro Sanitário Metropolitano Centro (ASMC) foram utilizados para previsão do potencial de geração de metano, L0. O mesmo procedimento foi utilizado em amostras de resíduos de diferentes idades para estimativa da constante relacionada à taxa de geração de CH4, k. Estes procedimentos têm sido alvo de estudo do Laboratório de Geotecnia Ambiental da UFBa, GEOAMB, nestes últimos anos. Uma análise estatística para o L0 foi realizada, considerando um intervalo de confiança de 70%. Resultados da previsão teórica para as células do ASMC são comparados com a produção de biogás medido na estação de captação do biogás no aterro e conclusões sobre o trabalho são apresentadas.