Determinação experimental da permeabilidade efetiva de fluidos imiscíveis em sistemas bifásicos

Ano:
2011
Palavras chave:
Resumo:

Este artigo trata da determinação experimental da permeabilidade efetiva de fluidos imiscíveis em
sistemas bifásicos, especificamente diesel e água. A técnica adotada foi baseada na metodologia de fluxo em
regime permanente. As amostras de solo, após compactação, foram submetidas a valores distintos de grau de
saturação pelo fluido molhante (20%, 40%, 60% e 80% de água), passando então a ser percoladas pelo fluido
não molhante (diesel) por tempo suficiente para obtenção de condições de fluxo estacionárias. As vazões e
gradientes de energia foram controlados, sendo utilizada a lei de Darcy para a obtenção das permeabilidades
efetivas do solo ao diesel. Foram realizados, no mínimo três ensaios para cada grau de saturação inicial à
água especificado, totalizando em média doze ensaios para cada tipo de solo escolhido. Os resultados
experimentais obtidos estão de acordo com o esperado, indicando que o grau de saturação inicial do solo à
água representa uma importante influência nos valores experimentais de permeabilidade efetiva do solo ao
diesel. A grande vantagem do método empregado reside na sua simplicidade e na não necessidade de se
utilizar a técnica de translação de eixos ou medidas de sucção no experimento, por se tratar de fluxo da fase
não molhante.

Este artigo trata da determinação experimental da permeabilidade efetiva de fluidos imiscíveis em

sistemas bifásicos, especificamente diesel e água. A técnica adotada foi baseada na metodologia de fluxo em

regime permanente. As amostras de solo, após compactação, foram submetidas a valores distintos de grau de

saturação pelo fluido molhante (20%, 40%, 60% e 80% de água), passando então a ser percoladas pelo fluido

não molhante (diesel) por tempo suficiente para obtenção de condições de fluxo estacionárias. As vazões e

gradientes de energia foram controlados, sendo utilizada a lei de Darcy para a obtenção das permeabilidades

efetivas do solo ao diesel. Foram realizados, no mínimo três ensaios para cada grau de saturação inicial à

água especificado, totalizando em média doze ensaios para cada tipo de solo escolhido. Os resultados

experimentais obtidos estão de acordo com o esperado, indicando que o grau de saturação inicial do solo à

água representa uma importante influência nos valores experimentais de permeabilidade efetiva do solo ao

diesel. A grande vantagem do método empregado reside na sua simplicidade e na não necessidade de se

utilizar a técnica de translação de eixos ou medidas de sucção no experimento, por se tratar de fluxo da fase

não molhante.