Canal de fluxo instrumentalizado: fluxo bidimensional da água em areia não saturada para teste do aparato

Ano:
2011
Palavras chave:
Resumo:

Este artigo apresenta o teste de um canal para ensaios de fluxo bidimensional em solos não saturados, manufaturado em aço inoxidável e vidro, com 200 cm de comprimento e 15 cm de espessura. O canal tem acoplamentos para instalação de tensiômetros e sistema computadorizado para aquisição das leituras da tensão intersticial com respeito à água e ao NAPL. O reservatório para disposição do líquido no solo, em aço inoxidável, tem fundo poroso de bronze sinterizado, e, piezômetro, para medida do nível do líquido. No teste do sistema, a areia foi compactada em finas camadas, para permitir um meio poroso homogêneo. O experimento de infiltração da água comprovou os seguintes aspectos: a capacidade dos tensiômetros medirem a tensão intersticial na frente líquida em tempo real; a funcionalidade do reservatório e sua conexão hidráulica com o solo; e a possibilidade de monitoramento visual do experimento, com o registro das posições da frente líquida. Ao final do experimento, a retirada de alíquotas de solo simultaneamente com a medida da tensão intersticial, permitiu o cálculo da umidade, por gravimetria, e a construção da curva de retenção do solo. A determinação dos parâmetros de fluxo (sucção e condutividade hidráulica) permitiu a modelagem matemática do fenômeno.